Menino escrevendo em Teste para autismo

Existe teste para autismo?

Falar de teste para autismo ainda é bastante complexo para muitos de nós. Pessoas que fazem parte do espectro têm formas de pensar e agir que são muito diferentes do que é comum para aqueles considerados neurotípicos. Por isso, o processo de diagnóstico de alguém com autismo é feito de forma clínica e observacional. Isso significa que, ao contrário de outras condições, não existe um único teste cujo resultado determine se aquele indivíduo está ou não no espectro do autismo.

Apesar disso, ao pesquisar pelos sinais de autismo, muitas pessoas passam a se questionar se estariam ou não no espectro também. Nesse momento, algumas tendem a procurar por especialistas que possam ajudar na busca por esse parecer médico, outras pessoas que são ou convivem com autistas e até por teste online de autismo. Te explicamos um pouco mais a seguir sobre os testes online mais famosos e que, supostamente, identificam traços de autismo.

Teste online de autismo é confiável?

Na internet é possível encontrar milhares desses links que levam a testes online de autismo com promessas para identicar se a pessoa está ou não no espectro. Claro que é preciso ir com calma ao respondê-los, mesmo que só na curiosidade, porque muitos podem ser tendenciosos e te levar a crer que tem uma condição inexistente. Cuidado com o “doutor Google”, hein? 😉 Nada substitui uma avaliação médica profissional e especializada.

Teste de patologia do Ursinho Pooh

Febre nas redes sociais, especialmente no Twitter, em 2019, o teste do Ursinho Pooh faz parte de um estudo publicado pela revista Canadian Medical Association Journal e identifica o usuário como um dos personagens do desenho infantil, que teria algum transtorno ou condição psiquiátrica.

A relação entre os transtornos e a obra de Alan Alexander Milne se deve a uma famosa teoria de que todos os personagens de Ursinho Pooh teriam alguma condição psicológica. De acordo com a tese:

  • Pooh: transtorno de déficit de atenção (TDA)
  • Leitão: transtorno de ansiedade
  • Tigrão: transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH)
  • Abel: transtorno obsessivo compulsivo (TOC)
  • Guru: transtorno do espectro do autismo (TEA)
  • Bisonho: depressão
  • Cristóvão: esquizofrenia.

O teste de patologia do Ursinho Pooh desenvolvido pelos pesquisadores Sarah E. Sheae Kevin Gordon conta com 33 perguntas cujas respostas são níveis de “concordo” e “discordo” definidos por uma régua e é possível, ainda, permanecer neutro.

Teste para autismo em adulto

O teste de autismo em adulto foi desenvolvido por cientistas há algumas décadas e aplicado em pessoas com diagnóstico de TEA. Por meio de um questionário que foi possível identificar comportamentos restritos e repetitivos comuns em pessoas no espectro.

Em 2018, o site Autism Speaks publicou uma reportagem (em inglês) sobre um teste desenvolvido por cientistas que foi considerado a primeira forma de autoavaliação para encontrar traços de autismo em adultos.

Autismo ‘leve’: teste  QA é o recomendado

Outro da lista é o Teste de AQ – ou teste de Quociente do Espectro Autista, criado pelo psicólogo Simon Baron-Cohen e seus colegas do Centro de Pesquisa em Autismo da Universidade de Cambridge, que mede a extensão dos traços autistas em adultos. Ele também é conhecido como ‘teste do autismo leve‘ ou teste da síndrome de Asperger.

De acordo com ele, pessoas que assinalam ‘concordo totalmente’ em 32 ou mais perguntas são consideradas com traços de autismo. O teste está disponível tanto online quanto no apêndice do livro “Cérebro Autista”, da Ph.D em zootecnia e autista Temple Grandin.

Diagnóstico TEA: algum teste de autismo consegue fazer com precisão?

Existem diversos tipos de testes de autismo, como o AQ e outros testes online desenvolvidos por cientistas e avaliado por muitas pessoas, inclusive as que estão no espectro do autismo. Apesar disso, todos os pesquisadores afirmam que nenhum deles é suficiente para determinar um diagnóstico de autismo.

O principal objetivo por trás do desenvolvimento desses testes é fazer com que pessoas que tenham dúvidas possam realizá-los e, a partir deles, se sentirem mais confortáveis em buscar ajuda de uma equipe multidisciplinar para entender se está ou não no espectro do autismo.

Genial Care: equipe especializada em Transtorno do Espectro do Autismo

É essencial buscar orientação de especialistas no TEA. Opte por profissionais que trabalhem com bases em evidências científicas, como o conselho clínico da Genial Care que tem vasta experiência em auxiliar pais de autistas inclusive em momentos de crise.

Conheça nosso atendimento padrão ouro em intervenção para autismo
Como é o dia de uma terapeuta ocupacional na rede Genial Care? Autismo e plano de saúde: 5 direitos que as operadoras devem cobrir O que é rigidez cognitiva? Lei sugere substituição de sinais sonoros em escolas do Rio de janeiro 5 informações que você precisa saber sobre o CipTea Messi é autista? Veja porque essa fake news repercute até hoje 5 formas Geniais de inclusão para pessoas autistas por pessoas autistas Como usamos a CAA aqui na Genial Care? Emissão de carteira de pessoa autista em 26 postos do Poupamento 3 séries sul-coreanas sobre autismo pra você conhecer! 3 torcidas autistas que promovem inclusão nos estádios de futebol Conheça mais sobre a lei que cria “Centros de referência para autismo” 5 atividades extracurriculares para integração social de crianças no TEA Como a Genial Care realiza a orientação com os pais? 5 Sinais de AUTISMO em bebês Dia das Bruxas | 3 “sustos” que todo cuidador de uma criança com autismo já levou Jacob: adolescente autista, que potencializou a comunicação com a música! Síndrome de asperger e autismo leve são a mesma coisa? Tramontina cria produto inspirado em criança com autismo Como a fonoaudiologia ajuda crianças com seletividade alimentar? Genial Care Academy: conheça o núcleo de capacitação de terapeutas Como é ser um fonoaudiólogo em uma Healthtech Terapeuta Ocupacional no autismo: entenda a importância para o TEA Como é ser Genial: Mariana Tonetto CAA no autismo: veja os benefícios para o desenvolvimento no TEA Cordão de girassol: o que é, para que serve e quem tem direito Como conseguir laudo de autismo? Conheça a rede Genial para autismo e seja um terapeuta de excelência Se o autismo não é uma doença, por que precisa de diagnóstico? Canabidiol no tratamento de autismo Educação inclusiva: debate sobre acompanhantes terapêuticos para TEA nas escolas Letícia Sabatella revela ter autismo: “foi libertador” Divulgação estudo Genial Care O que é discalculia e qual sua relação com autismo? Rasgar papel tem ligação com o autismo? Quem é Temple Grandin? | Genial Care Irmãos gêmeos tem o mesmo diagnóstico de autismo? Parece autismo, mas não é: transtornos comumente confundidos com TEA Nova lei aprova ozonioterapia em intervenções complementares Dicas de como explicar de forma simples para crianças o que é autismo 5 livros e HQs para autismo para você colocar na lista! Como é para um terapeuta trabalhar em uma healthcare? Lei n°14.626 – Atendimento Prioritário para Pessoas Autistas e Outros Grupos Como fazer um relatório descritivo? 7 mitos e verdades sobre autismo | Genial Care Masking no autismo: veja porque pessoas neurodivergentes fazem Como aproveitar momentos de lazer com sua criança autista? 3 atividades de terapia ocupacional para usar com crianças autistas Apraxia da fala (AFI): o que é e como ela afeta pessoas autistas Por que o autismo é considerado um espectro? Sala multissensorial em aeroportos de SP e RJ 18/06: dia Mundial do orgulho autista – entenda a importância da data Sinais de autismo na adolescência: entenda quais são Diagnóstico tardio da cantora SIA | Genial Care Autismo e futebol: veja como os torcedores TEA são representados MMS: entenda o que é o porquê deve ser evitada Tem um monstro na minha escola: o desserviço na inclusão escolar Autismo e esteriótipos: por que evitar associar famosos e seus filhos Diagnóstico tardio de autismo: como descobrir se você está no espectro? Autismo e TDAH: entenda o que são, suas relações e diferenças Eletroencefalograma e autismo: tudo que você precisa saber Símbolos do autismo: Veja quais são e seus significados Neurodivergente: Saiba o que é e tire suas dúvidas Como ajudar crianças com TEA a treinar habilidades sociais? Prevalência do autismo: CDC divulga novos dados Show do Coldplay: momento inesquecível para um fã no espectro Nova temporada de “As Five” e a personagem Benê Brendan Fraser e seu filho Griffin Neuropediatra especializado em autismo e a primeira consulta Dia da escola: origem e importância da data comemorativa Ecolalia: definição, tipos e estratégias de intervenção Park Eun-Bin: descubra se a famosa atriz é autista Síndrome de Tourette: entenda o que aconteceu com Lewis Capaldi 10 anos da Lei Berenice Piana: veja os avanços que ela proporcionou 7 passos para fazer o relatório descritivo da criança com autismo Diagnóstico tardio de autismo: conheça a caso do cantor Vitor Fadul Meu filho foi diagnosticado com autismo, e agora? Conheça a Sessão Azul: cinema com salas adaptadas para autistas Síndrome sensorial: conheça o transtorno de Bless, filho de Bruno Gagliasso Escala M-CHAT: saiba como funciona! Déficit na percepção visual: Como a terapia ocupacional pode ajudar? 3 aplicativos que auxiliam na rotina de crianças autistas 3 Animações que possuem personagens autistas | Férias Geniais Hipersensibilidade: fogos de artifício e autismo. O que devo saber? Conheça os principais tratamentos para pessoas no espectro autista Dia do Fonoaudiólogo: a importância dos profissionais para o autismo Diagnóstico de autismo do meu filho. O que preciso fazer? Quais os principais sinais de que meu filho tem autismo? Diagnóstico de autismo: quais os próximos passos. Veja 5 dicas Estereotipias: o que são e quais as principais em pessoas autistas 5 personagens autistas representados em animações infantis Graus de autismo: Conheça quais são e como identificá-los Outubro Rosa: 5 maneiras da mãe se cuidar 5 brincadeiras para o Dia das Crianças O Rol taxativo da ANS chegou ao fim? AUTISMO em ADULTOS: Quando e como saber? AUTISMO e ASPERGER: 25 sinais de Autismo Infantil Brinquedos para autismo: tudo que você precisa saber! Autismo: Fui diagnosticada aos 60 anos e agora?