Genial Care

Pesquisar
Dias
Horas
Minutos
imagem do curta "fitas" da pixar

Curta “Fitas”: Animação da Pixar fala sobre a ligação entre pessoas típicas e atípicas

Quando falamos de animação, a Pixar é reconhecida por sua capacidade única de entrelaçar narrativas emocionantes com visuais de tirar o fôlego. Mas, é muito importante que filmes, séries e curtas-metragens consigam dar visibilidade e trazer representatividade para histórias múltiplas, de pessoas típicas ou atípicas.

Isso porque, se sentir representado é um fator muito importante quando pensamos em inclusão, fazendo com que as pessoas sejam mais acolhidas e vistas. Para a comunidade autista, não é diferente.

Em 2020 o curta “Fitas” (com nome original em inglês Loop) foi lançado pela Pixar, ao lado de “Flutuar”, e acabou emocionando muitas pessoas por suas histórias sobre a pluralidade do mundo, com olhares diversos sobre a perspectiva de crianças.

Nesse curta-metragem, conseguimos entender mais sobre a conexão e ligação entre pessoas típicas e atípicas, algo presente em nossa sociedade diversificada e inclusiva. Leia esse texto para conhecer mais sobre o filme!

Conheça o curta “Fitas” da Pixar

cena do curta "fitas" da pixar

“Fitas” nos leva a uma jornada emotiva através dos olhos de seus personagens encantadores. Escrito e dirigido por Erica Milsom, o curta “Fitas” apresenta o primeiro personagem da Pixar que é autista não verbal.

A narrativa gira em torno de dois personagens principais, Marcus e Rene, uma garota autista não verbal, que estão em um passeio até que a canoa fica à deriva no lago, em um momento em que eles precisam achar uma forma de se conectarem e se comunicarem.

Com apenas 5 minutos de duração, a animação aborda diversas questões que vão muito além da comunicação verbal e uma pessoa, ou até mesmo a ausência dela, onde os dois precisam descobrir o mundo pelo olhar um do outro, para conseguirem voltar para seu acampamento.

Revisado pela ONG Autistic Self Advocacy Network (ASAN) feita por membros da comunidade autista, e dublado por uma atriz não verbal, toda produção foi pensada para garantir autenticidade e representatividade correta para a história.

Um dos grandes diferenciais do curta “Fitas” é que em certos momentos da jornada dos personagens, a narrativa muda para o ponto de vista de Renne, garantindo uma representação bem fiel ao processo de troca comunicativo que pessoas não verbais têm.

Durante essas partes temos um grande foco em elementos visuais diferenciados, conseguimos perceber a linha de pensamento que Renne constrói para tomar decisões, a sua hipersensibilidade sensorial e até mesmo uma crise desencadeada por acidentes.

A simplicidade e a profundidade do enredo são notáveis, pois nos fazem refletir sobre as nossas próprias conexões com o mundo ao nosso redor, garantindo uma experiência bastante didática e verdadeira para pessoas típicas que não convivem com autistas em seus dia a dia.

O projeto Spark Shorts da Pixar

Assim como a animação “Flutuar”, já listada aqui no blog, o curta “Fitas” faz parte do projeto Spark Shorts, uma parceria entre a Disney e a Pixar, focada em produção de curtas-metragens autorais.

Sem a necessidade de realizar um lançamento no cinema, os curtas da Spark Shorts focam em histórias independentes, com mais conceito. “O programa foi feito para estimular a descoberta de novos contadores de histórias, explorar novas maneiras de contar histórias e experimentar novos modelos de produção”, conta o presidente da Pixar, Jim Morris.

Ele também pontuou que os filmes do projeto são diferentes de tudo que já fizeram, gerando uma oportunidade de expandir o potencial criativo de diversos artistas independentes.

Outra curta que faz parte do projeto é o “Wind” que mostra uma realidade diferente, com situações mais pé no chão, onde uma avó e seu neto ficam presos em um abismo sem fim conhecido. Sonhando em como seria viver longe dali, a narrativa mostra os dois buscando materiais para fugirem dessa realidade.

Assim como “Flutuar” e “Wind” o curta “Fitas” está disponível no catálogo do streaming Disney+ , com uma colação total de sete curtas-metragens.

A Importância da representatividade no curta “Fitas”

cena do curta "fitas" da pixar

O que torna “Fitas” ainda mais significativo é a sua capacidade de representar com precisão as pessoas com diferentes perspectivas e vivências. Em um mundo cada vez mais inclusivo, é crucial que a mídia, como esse curta-metragem da Pixar, reflita a diversidade da sociedade.

Ao fazer isso, “Fitas” desafia estereótipos e promove uma mensagem de aceitação, empatia e representatividade. Dessa forma, pessoas autistas podem se enxergar em cada vez mais espaços, pessoas cuidadoras conseguem ter um entendimento melhor de alguns aspectos, e todos nós podemos entender a pluralidade que existe no espectro.

Conclusão

Este curta-metragem nos lembra que, apesar de nossas diferenças, todos nós compartilhamos um desejo fundamental de conexão e pertencimento.

Às vezes, as barreiras da comunicação podem parecer intransponíveis, mas “Fitas” nos mostra que, com paciência e compreensão, podemos superar as dificuldades. Independentemente de sermos típicos ou atípicos, todos nós temos algo valioso a oferecer ao mundo.

Em nosso blog temos diversos conteúdos sobre entretenimento e produções feitas para e por pessoas autistas, vale a pena conferir:
Veja mais conteúdos da categoria de Entretenimento

Conheça nosso atendimento para autismo

Esse artigo foi útil para você?

Marcos Mion visita abrigo que acolhe pessoas autistas no RS Existem alimentos que podem prejudicar a saúde de pessoas autistas? Escala M-CHAT fica de fora da Caderneta da Criança O que são níveis de suporte no autismo? Segunda temporada de Heartbreak High já disponível na Netflix Símbolos do autismo: Veja quais são e seus significados Dia Mundial de Conscientização do Autismo: saiba a importância da data Filha de Demi Moore e Bruce Willis revela diagnóstico de autismo Lei obriga SUS a aplicar Escala M-chat para diagnóstico de autismo Brinquedos para autismo: tudo que você precisa saber! Dia internacional das mulheres: frases e histórias que inspiram Meltdown e Shutdown no autismo: entenda o que significam Veja o desabafo emocionante de Felipe Araújo sobre seu filho autista Estádio do Palmeiras, Allianz Parque, inaugura sala sensorial Cássio usa camiseta com número em alusão ao Autismo Peça teatral AZUL: abordagem do TEA de forma lúdica 6 personagens autistas em animações infantis Canabidiol no tratamento de autismo Genial Care recebe R$ 35 milhões para investir em saúde atípica Se o autismo não é uma doença, por que precisa de diagnóstico? Autismo e plano de saúde: 5 direitos que as operadoras devem cobrir Planos de saúde querem mudar o rol na ANS para tratamento de autismo Hipersensibilidade: fogos de artifício e autismo. O que devo saber? Intervenção precoce e TEA: conheça a história de Julie Dutra Cezar Black tem fala capacitista em “A Fazenda” Dia do Fonoaudiólogo: a importância dos profissionais para o autismo Como é o dia de uma terapeuta ocupacional na rede Genial Care? O que é rigidez cognitiva? Lei sugere substituição de sinais sonoros em escolas do Rio de janeiro 5 informações que você precisa saber sobre o CipTea Messi é autista? Veja porque essa fake news repercute até hoje 5 formas Geniais de inclusão para pessoas autistas por pessoas autistas Como usamos a CAA aqui na Genial Care? Emissão de carteira de pessoa autista em 26 postos do Poupamento 3 séries sul-coreanas sobre autismo pra você conhecer! 3 torcidas autistas que promovem inclusão nos estádios de futebol Conheça mais sobre a lei que cria “Centros de referência para autismo” 5 atividades extracurriculares para integração social de crianças no TEA Como a Genial Care realiza a orientação com os pais? 5 Sinais de AUTISMO em bebês Dia das Bruxas | 3 “sustos” que todo cuidador de uma criança com autismo já levou Jacob: adolescente autista, que potencializou a comunicação com a música! Síndrome de asperger e autismo leve são a mesma coisa? Tramontina cria produto inspirado em criança com autismo Como a fonoaudiologia ajuda crianças com seletividade alimentar? Genial Care Academy: conheça o núcleo de capacitação de terapeutas Como é ser um fonoaudiólogo em uma Healthtech Terapeuta Ocupacional no autismo: entenda a importância para o TEA Como é ser Genial: Mariana Tonetto CAA no autismo: veja os benefícios para o desenvolvimento no TEA Cordão de girassol: o que é, para que serve e quem tem direito Como conseguir laudo de autismo? Conheça a rede Genial para autismo e seja um terapeuta de excelência Educação inclusiva: debate sobre acompanhantes terapêuticos para TEA nas escolas Letícia Sabatella revela ter autismo: “foi libertador” Divulgação estudo Genial Care O que é discalculia e qual sua relação com autismo? Rasgar papel tem ligação com o autismo? Quem é Temple Grandin? | Genial Care Irmãos gêmeos tem o mesmo diagnóstico de autismo? Parece autismo, mas não é: transtornos comumente confundidos com TEA Nova lei aprova ozonioterapia em intervenções complementares Dicas de como explicar de forma simples para crianças o que é autismo 5 livros e HQs para autismo para você colocar na lista! Como é para um terapeuta trabalhar em uma healthcare? Lei n°14.626 – Atendimento Prioritário para Pessoas Autistas e Outros Grupos Como fazer um relatório descritivo? 7 mitos e verdades sobre autismo | Genial Care Masking no autismo: veja porque pessoas neurodivergentes fazem Como aproveitar momentos de lazer com sua criança autista? 3 atividades de terapia ocupacional para usar com crianças autistas Apraxia da fala (AFI): o que é e como ela afeta pessoas autistas Por que o autismo é considerado um espectro? Sala multissensorial em aeroportos de SP e RJ 18/06: dia Mundial do orgulho autista – entenda a importância da data Sinais de autismo na adolescência: entenda quais são Diagnóstico tardio da cantora SIA | Genial Care Autismo e futebol: veja como os torcedores TEA são representados MMS: entenda o que é o porquê deve ser evitada Tem um monstro na minha escola: o desserviço na inclusão escolar Autismo e esteriótipos: por que evitar associar famosos e seus filhos Diagnóstico tardio de autismo: como descobrir se você está no espectro? Autismo e TDAH: entenda o que são, suas relações e diferenças Eletroencefalograma e autismo: tudo que você precisa saber Neurodivergente: Saiba o que é e tire suas dúvidas Como ajudar crianças com TEA a treinar habilidades sociais? Prevalência do autismo: CDC divulga novos dados Show do Coldplay: momento inesquecível para um fã no espectro Nova temporada de “As Five” e a personagem Benê Brendan Fraser e seu filho Griffin Neuropediatra especializado em autismo e a primeira consulta Dia da escola: origem e importância da data comemorativa Ecolalia: definição, tipos e estratégias de intervenção Park Eun-Bin: descubra se a famosa atriz é autista Síndrome de Tourette: entenda o que aconteceu com Lewis Capaldi 10 anos da Lei Berenice Piana: veja os avanços que ela proporcionou 7 passos para fazer o relatório descritivo da criança com autismo Diagnóstico tardio de autismo: conheça a caso do cantor Vitor Fadul Meu filho foi diagnosticado com autismo, e agora?