Suspeita de autismo

A suspeita de autismo é uma fase que causa preocupação para muitas famílias. Mas é também um momento fundamental que exige que as pessoas cuidadoras ajam rápido na busca pelo diagnóstico e por ajuda profissional especializada. Ao ter uma criança, nenhuma família se planeja para lidar com atrasos no desenvolvimento e transtornos. Mas isso pode acontecer - estejam os pais preparados ou não. E o primeiro ponto é entender que isso não é culpa de ninguém. O autismo, por exemplo, ainda não tem causas 100% conclusivas, mas sabemos que a genética tem um papel fundamental, assim como os fatores ambientais. Assim, não é possível prever antes do nascimento que a criança está no espectro, nem evitar que isso aconteça. Por outro lado, prestar atenção aos sinais de atraso no desenvolvimento infantil típico podem ajudar a família a entender quando a criança não está progredindo de acordo com o esperado. O que pode ser fundamental para início do processo diagnóstico. Independente disso, não importa se a suspeita de autismo parte das pessoas cuidadoras, da escola ou até da equipe que acompanha a criança. O mais importante é não se deixar paralisar por essa suspeita e buscar ajuda especializada para o diagnóstico. Além disso, não é preciso esperar pelo laudo para iniciar as intervenções. Quanto antes a criança começar a receber estímulos, melhor. Nesta seção, trazemos artigos que podem ajudar a família a entender as emoções e sentimentos deste momento, assim como informações que vão ajudar a agir e buscar ajuda. Vamos nessa?

Qual é a sua relação com a criança autista?*